Resenha - Incendeia-me, por Tahereh Mafi












Ficha Técnica:
Nome Original: Ignite Me
Autor: Tahereh Mafi
Ano de Lançamento: 2014
Páginas: 384
Gênero: Ficção Científica
Editora: Novo Conceito 







Sinopse:
UM DIA EU POSSO ROMPER
UM DIA EU POSSO R O M P E R
E ME LIBERTAR
NADA MAIS VAI SER IGUAL
O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado.
Juliette foi a única que restou no caminho d O Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver, O Restabelecimento não sobreviverá.
Entretanto, para destruir O Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.

Resenha:
Depois de Aaron Warner a salvar do próprio pai, eles lutam para acabar com O Restabelecimento. Juliette nunca pensou que ele a ajudaria, aquele ser que ela dizia ser um monstro, querendo acabar com o seu próprio pai.
Mas Aaron mostra ser outra pessoa, ele faz de tudo para que a sua amada confie nele, mas nada é tão fácil assim, ele a leva para ver o que sobrou do Ponto Ômega, ele a leva a encontro dos seus amigos.
Juliette está pronta para a guerra, está pronta para aceitar que seu poder é mais que matar, está pronta para tocar quem merece, que ela usará para quem precisa, ela aprende a se controlar.
Todos ali têm um único inimigo, Anderson, eles querem é acabar com o cara que faz tudo para acabar com cada um. Eles se juntam para derrota-lo, mesmo que nem todos ali se deem bem, mas isso no momento não importa, eles precisam acabar com O Restabelecimento.

Opinião:
O melhor livro da coleção, o último, eu não acredito, eu preciso de mais, esse livro é perfeito, mostra o verdadeiro Aaron Warner e como se eu não pudesse mais me apaixonar por esse cara, eu me apaixono, não tem como, ele é a pessoa mais perfeita, mesmo todo quebrado, com milhões de pessoas o querendo morta, ele é um ser humano que se importa e sofre.
Juliette começa a me animar, ela começa a me conquistar mais, para com essa pose de vítima e toma a pose de guerreira, foi o que eu sempre quis que ela fizesse.
Adam, continua me irritando, ganhando meu ódio. Não adianta, o cara é um mala. Kenji me conquista com aquelas piadas ridículas, com o seu sendo de humor, mas quando falam mal do meu Aaron, eu quase o mato.
Se você ainda não se apaixonou por Warner, esse vai ser o que você se encantará com ele, uma pena que é o último, mas eu queria muito que tivesse um livro sobre um conto depois do que vem no final, ia ser tudo de bom.
Sim, vale a pena ler, vale a pena se encantar com Aaron.
 

Marilia Merlino

Tenho 23 anos, moro no interior de São Paulo e adoro tudo que é relacionado a beleza, moda, bem estar, saúde, cultura. Acredito que o quê me faz bem poder também fazer bem ao meu proximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário