Resenha - Champion, por Marie Lu













Ficha Técnica:
Nome Original: Champion
Autor: Marie Lu
Ano de Lançamento: 2014
Páginas: 302
Gênero: Distopia, Ficção Científica
Editora: Rocco






Sinopse:
June e Day abriram mão de muita coisa pelo povo da República, sem falar no quanto sacrificaram um pelo outro. Agora o país está vivendo um novo momento. June voltou a ser celebrada menina-prodígio da República, ocupando uma posição privilegiada dentro do governo como Primeira Cidadã, enquanto Day passou de criminoso mais procurado do país a herói nacional e garoto-propaganda do governo de Anden. Nenhum dos dois, no entanto, poderia ser capaz de prever as circunstâncias que os reuniriam novamente. No momento em que a paz parece iminente, um vírus mortal começa a espalhar o pânico nas Colônias, e a ameaça de guerra volta a rondar as cidades fronteiriças da República. A nova praga é a mais mortal de todas, e June é a única que tem a chave para a defesa do país. Mas salvar a vida de milhares de pessoas significa pedir ao seu amor que abra mão de tudo o que lhe restou.

Resenha:
Day se muda para São Francisco com seu irmão: Éden; e June continua em Denver como Primeira-Cidadã de Anden. Oito meses sem se falar, oitos meses longe um do outro, oito meses sem se ver, oito meses após o beijo de despedida, oito longos meses se passaram, June entra em contato com Day a pedido de Anden por conta de uma nova praga que se alastrou nas Colônias, e a chave pode ser Éden, porém Day não permitirá que seu irmão seja mais uma vez "ratinho" de laboratório.
Day está morrendo, sua saúde está por um fio, ele tem poucos meses de vida, seus sintomas só pioram, no momento em que nada pode impedir, as Colônias estão invadindo a República, Day precisa ajudar, mas seu estado de saúde está péssimo, mas ele não consegue não ajudar. A guerra mais complicada e que pode acabar com a República começou. Quem ganhará?

Opinião:
O que falar de uma das trilogias ditópicas mais fodásticas de todas? Sim, essa trilogia se tornou uma das minhas favoritas, atrás da trilogia Estilhaça-me.
Sabe aquele livro que você sofre do começo ao fim? Então, Champion é bem assim, você não tem uma página em que diz 'ufa, agora não sofri', você sofre em todas.
Ver Day morrendo é praticamente a tortura, ver June sofrendo é destruidor, ver que a relação deles sempre vai ter um fantasma em que Day sofre e June se culpa, dói de todas as formas. E o que dizer do final? Puta que pariu, desculpa o palavrão, mas é a coisa mais dolorida de todos os tempos, ganha até do final de Convergente, vocês não imaginam a minha dor lendo isso…
Se eu recomendo esse livro? Mas é claro que sim, é muito bom, eu devorei esse livro, não tem como parar, não tem como dar uma trégua, você quer acabar o quanto antes.

Leiam, vale muito a pena, eu sou suspeita para falar, mas é muito bom mesmo.


Marilia Merlino

Tenho 23 anos, moro no interior de São Paulo e adoro tudo que é relacionado a beleza, moda, bem estar, saúde, cultura. Acredito que o quê me faz bem poder também fazer bem ao meu proximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário