Resenha - Quem é você, Alasca?, por John Green













Ficha Técnica:Nome Original: Looking For Alasca
Autor: John Green
Ano de Lançamento: 2010
Páginas: 240
Gênero: Drama, Romance
Editora: WMF Martins Fontes/Intrínseca







Sinopse:
Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".

Resenha:
Miles Halter se muda para um colégio interno, fissurado por últimas palavras de pessoas que morreram, lá ele conhece Coronel, o que se torna seu melhor amigo e Alasca Young, uma garota misteriosa, cheia de segredos, uma pessoa que guarda coisas que ninguém conhece. Miles começa a se divertir mais, deixa um pouco de ser anti-social.
Alasca desaparece em uma noite e ninguém sabe o que aconteceu com ela, Miles quer descobrir o que aconteceu, já que ele se apaixona por Alasca, ele quer saber o que aconteceu com aquela menina cheia de vida, aquela menina autêntica, aquela menina que transformou a sua vida.

Opinião:
O livro é dividido duas partes, antes do desaparecimento de Alasca, que é contado em dias, tipo em contagem regressiva, e o depois, que é contado normalmente.
Eu particularmente não gostei muito do livro, não me prendeu como outros, é uma história interessante sim, mas não é um livro que "Ual, que livro" não, eu recomendo para lerem sim, porque cada um tem um gosto, eu, posso não ter amado, mas muitas pessoas gostaram, na verdade, a grande maioria.
Alguém me diz o que o John Green tem contra os finais felizes? Porque só Jesus na causa. Que isso, nunca vi, nenhum livro dele tem um final feliz?



Marilia Merlino

Tenho 23 anos, moro no interior de São Paulo e adoro tudo que é relacionado a beleza, moda, bem estar, saúde, cultura. Acredito que o quê me faz bem poder também fazer bem ao meu proximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário