Resenha - Rush Sem Limites, por Abbi Glines












Ficha Técnica:
Nome Original: Rush Too Far
Autor: Abbi Glines
Ano de Lançamento: 2015
Páginas: 192
Gênero: Romance, New Adult (maior de 18 anos)
Editora: Arqueiro






Sinopse:
Rush sem limites conta a história de Paixão sem limites sob ponto de vista de Rush.
Rush merece sua reputação de bad boy. Com seus carros de luxo e sua mansão de três andares à beira-mar, o filho de um famoso astro do rock tem uma fila de garotas a seus pés. No entanto ele precisa apenas de duas pessoas para ser feliz: seu irmão postiço e melhor amigo Grant e sua meia-irmã Nan.
Até que Blaire Wynn chega à cidade em sua velha caminhonete. A beleza angelical da garota do Alabama logo chama a atenção de Rush. Mas, por causa de um segredo de família, ele decide manter distância de Blaire. Mesmo que ela precise de sua ajuda. E mesmo que ela lhe desperte sentimentos desconhecidos.
Órfã de mãe e abandonada pelo pai, Blaire está sozinha no mundo – porém Rush entende que se aproximar dela pode destruir a vida da irmã, a quem protegeu desde que eram crianças. A relação secreta entre as duas e o ódio que Nan nutre por Blaire são mais do que bons motivos para Rush manter-se afastado. Só que ele não consegue. O desejo fala mais alto.
Depois do sucesso da trilogia Sem Limites, Abbi Glines leva os leitores de volta ao início dessa história de amor. Em Rush sem limites, você entrará na mente do bad boy que já conquistou milhões de fãs mundo afora.

Resenha:
Rus Finlay o bad boy, filho do astro do Rock, Dean Finlay, protege a sua irmã, Nan, de todos os males da vida. Ele só quer saber de mulher e festa, até que Blaire aparece em sua casa e acaba o desestruturando.
Ele não imagina que Blaire pudesse lhe chamar tanta a atenção e que se tornasse a sua prioridade, porém seu segredo pode acabar a afastando e ela nunca perdoa-lo.

Opinião:
A história de Paixão Sem Limites, que é contada pelo ponto de vista de Blaire, agora é contada pelo ponto de vista de Rush, e acaba descobrindo coisas sobre o filho do astro do rock e se encantando mais por esse personagem.
Você acompanha Rush se apaixonando e tentando consertar as coisas, tentando não magoá-la. Você o acompanha todo confuso, todo atrapalhado, querendo fazer o certo, mas não conseguindo, querendo não magoar as pessoas que amam, mas tentando se privar de amar, ele luta por isso, mas ele não consegue, ver a agonia dele é a coisa mais triste, é agoniante.
E Nan continua sendo uma vaca, Grant te tira boas risadas, Woods parece ser um babaca, mas Rush tem ciúmes, então não leve em conta isso.
Leia o ponto de vista de Rush, mesmo conhecendo a história, é tão encantadora quanto Paixão Sem Limites.



Marilia Merlino

Tenho 23 anos, moro no interior de São Paulo e adoro tudo que é relacionado a beleza, moda, bem estar, saúde, cultura. Acredito que o quê me faz bem poder também fazer bem ao meu proximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário